Blog que queria ser outra coisa, mas que se contenta em deixar trans-pirar a sua dona... Moda, literatura, cinema e efêmeras frivolidades em geral.

26
Nov 08

Depois de belas despedidas com alunos queridos e viagens entre labirintos - de Escher, de Eco, de Creta, maneiristas, rizomáticos, de David Bowie; duplos e espelhos em Borges e Kafka volto à Barcelona, que est molt bona.

Mesmo que o Juremir diga que Woody Allen sempre faz o mesmo filme é impossível resistir à Vicky Crstina Barcelona, sobretodo si eres un Barcelonamaníaco como Jô. O melhor de tudo é reconhecer os lugares nem tão turísticos assim, como a Finca Güell, em Pedralbes, quando Juan António y Vicky finalmente se encontram depois de Oviedo.

O suplemento do Estadão sobre o filme e a cidade está ótimo, mas o colunista que escreve - não identificado - confunde a fonte projetada por Gaudí - seu primeiro trabalho como aprendiz - no Parc de la Ciutadel.la com a fonte de Montjuic! Pena também que o Els Quatre Gats não apareça mais, é o sítio da primeira exposição do jovem Picasso.

E como diria o Caco, quando a Penélope entra não sobra pra americana nenhuma. Cabelos louros sobre cabelos louros, a histeria latina é a que pulsa!

Em tempo: obviamente Oviedo não é na Catalunya e Juan António tampoc é catalão. Oviedo é nas Astúrias, cerca de 900 km más allá.

Além disso, ainda não sei de quem é o filme: mas oscilo bem entre Penélope e Barcelona.

Nada como badalar. Pode ser com Tàpies, Maria Aurèlia ou bem Barcelona Raval Sessions.

 

publicado por joanabosak às 19:08
sinto-me: shiny happy
música: Sangue latino
tags:

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Vicky Cristina BARCELONA

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO