Blog que queria ser outra coisa, mas que se contenta em deixar trans-pirar a sua dona... Moda, literatura, cinema e efêmeras frivolidades em geral.

14
Jan 09

quando se é borderline?

Mexplico: ainda não sei se de fato padeço de alguma enfermidade mental. Já tomei antideprê e não desbundei, portanto não devo ser bipolar...

Sou border porque fronteiriça.

Fronteiriça do Prata, entre gaúcha, gaucha e guacha.

Às vezes me sinto mais guaxa que tudo.

Guaxa por querer estudar tanta coisa e já me saber órfã desde o princípio...

É impossível, senhor Bloom, saber onde está a sabedoria. Neste mundinho-ão pós-quase-tudo é muita pretensão pensar que os sábios podem ser reunidos em qualquer tipo de estudo. Tanto mais os sábios periféricos. (Apesar de hoje essa palavra ser muito feia, somos todos híbridos, multiculturais etc).

E quando penso em sábio periférico talvez fosse melhor falar em peri-feérico. Nossos sábios sabem muito mais e são de sonho, meio fadas meio magos. E quando penso neles, me refiro logo a Arthur Bispo do Rosário, Gentileza, Ariano, Nise da Silveira, Mãe Menininha do Gantois, loucos e santos todos um pouco.

Já sei minha nova alcunha, ou meu novo blogue: peri-feérica. Gostei.

Assim como O'Brahma Black.

Pois é, quando começo não sei mais parar e quando vejo misturo Virginia Woolf com moda e gaúchos e pampas e passarelas e Chanel e Frida Kahlo e Isabel Allende e Oscar Wilde.

Totalmente border.

"Yo no sé donde soy

mi casa está en la frontera".

Parodiando Jorge Drexler, não sei em que território estou. Sou a fronteira?

Talvez eu esteja mais pra border collie.

Ainda vou descobrir.

Ou não.

publicado por joanabosak às 22:24
sinto-me: Stella Artois
música: tv ligada
tags:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
16
17

18
20
21
22
24

25
26
27
28
29
31


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO